Ficamos, simplesmente, encantados com o relato do Daniel do Instagram @praondevamos hoje de sua experiência aqui com a gente no Juma Lodge! Confira o que ele teve a dizer e depois visite o Instagram para ver ainda mais fotos incríveis dessa experiência. (www.instagram.com/praondevamoshoje)

Hotel de Selva na Amazônia: como é a experiência?

Como já falei um pouco nos últimos posts, se você está planejando uma viagem pra Manaus, considere combinar alguns dias hospedados na cidade grande com outros dias de imersão na floresta, seja num Hotel de Selva, Cruzeiro Fluvial, Turismo de Base Comunitária ou Sobrevivência na Selva.

Passei alguns dias no @juma_amazon_lodge e, honestamente, foram os dias que mais me senti na Amazônia durante toda minha viagem. Esse hotel de selva ecológico fica razoavelmente isolado de Manaus (+-100km) e o caminho de pouco mais de 3h se revezando entre 2 vans e 2 barcos diferentes já é um convite a se desconectar. A proposta do Juma é essa: sem sinal de telefone ou internet (a não ser o da recepção, para emergências), fui forçado a me desconectar das dezenas de emails, mensagens de whatsapp e notificações do dia-a-dia pra estar ali de corpo e alma e não poderia ter sido melhor.

O Juma oferece pacotes de 1 a 5 noites com translado, refeições (excelentes, por sinal) e atividades já inclusas. O Encontro das Águas, uma das principais atrações de Manaus, e Flutuante de Pirarucu já estão inclusos pra todos já que o transfer entre a cidade e o hotel já passa por eles. Passeio de Canoa, Focagem Noturna de Jacarés, Nascer do Sol, Caminhada na Floresta, Pesca de Piranhas, Visita a Casa de Caboclo, Escalada em Árvores (opcional), Pernoite na Floresta (opcional) são algumas das atividades que entram no roteiro dependendo do número de dias do pacote.

Os bangalôs te fazem se sentir numa casa na árvore estilosa. Achei que sentiria falta do ar condicionado, mas a noite na floresta é super fresquinha! Ao chegar no hotel, um guia local é designado pra te acompanhar do início ao fim da estadia, inclusive nas refeições. Meu guia foi o Franciley, ribeirinho nativo da região, bom de papo e muito conhecedor!

Quando planejar sua viagem pra Amazônia, pense com carinho em ficar num hotel de selva. Vai ser difícil se arrepender! (Pra onde Vamos Hoje). 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial